(Série) Rascunhos Joaninos

 

Eu sempre "evitei" meter os dedos no Novo Testamento. Sou crítico demais para isso, quero dizer, a linha de pesquisa que adoto para as Escrituras tem um caráter crítico e cético, conquanto seja esse tipo de pesquisa a minha verdadeira paixão "devocional". O Novo Testamento, contudo, é muito importante para a "fé" (quero dizer, "para a doutrina"), de modo que preferi, com mais gosto, ficar mesmo na "história" - o Antigo Testamento.

 

Mas empurraram minha vaquinha...

 

Na PUC, quando você faz mestrado ou doutorado, você tem que lidar com os dois testamentos. Lá fui eu, Bíblia na mão, grego sofrível, sentar para estudar academicamente João. Foi gostoso, porque eu acabo seguindo meu próprio caminho. De fato, minha nota em "João" com um dos professores foi a pior de todo o meu doutorado lá... Compreensível...

 

Aí vão os primeiros oito rascunhos, que os fiz deliciosamente excitado. Acompanha-os um resumo para uma revista batista de Campinas, que, até onde sei, até hoje não saiu.

 

Divirta-se, tanto quanto eu.

 

ler

Rascunhos Joaninos (I) - Jo 1,1-18

ler

Rascunhos Joaninos (II) - Jo 1,19-28a
ler Rascunhos Joaninos (III) - Jo 1,19-28b
ler Rascunhos Joaninos (IV) - Jo 1,35-51
ler Rascunhos Joaninos (V) - Jo 1,1-51recapitulação
ler Rascunhos Joaninos (VI) - Jo 2, 1-12
ler Rascunhos Joaninos (VII) - Jo 2,13-22
ler Rascunhos Joaninos (VIII) - Jo 2,23-36

 

ler

Breve comentário a João 1